A pandemia alterou o comportamento dos consumidores e acelerou a transformação digital das empresas! Esta é uma certeza – talvez a única – neste mar de incertezas em que estamos mergulhados há mais de um ano.

Nos últimos meses, e independentemente da dimensão ou da área de atividade, as empresas foram obrigadas a encontrar novas metodologias de trabalho, novas oportunidades de negócio e novas soluções para satisfazer as novas necessidades dos seus clientes. Mas será que a transição digital estava numa realidade assim tão longínqua? Basta ver que as gerações mais novas têm no digital o seu “habitat natural” para perceber que a resposta a esta pergunta é um redondo “não”! E, continuando a olhar para a nossa sociedade, quantos de nós, mais velhos, estariam dispostos a abdicar da comodidade de ter todos os serviços no telemóvel, sem filas e sem perder tempo?

A transição digital era inevitável e, não há como negar, a pandemia acelerou este processo evolutivo, obrigando as empresas a enfrentar inúmeros e inesperados desafios e, ao mesmo tempo, a abrir caminhos num “admirável mundo novo” de oportunidades.

E, numa altura em que se fala de uma nova vaga (a quarta!) da pandemia, como é que a sua empresa pode descobrir novos caminhos? Não há uma fórmula mágica, mas traçar objetivos reais e ao alcance do seu negócio é um bom primeiro passo!

Neste artigo, partilho consigo as 10 metas empresariais das pequenas e médias empresas (PME) que, de acordo com o Eurostat, representam 99,3% do total de empresas do tecido empresarial português. Vamos a isso?


10 metas empresariais das PME e dicas para as atingir
Antes de avançar, importa ressalvar que a lista que se segue com as 10 principais prioridades das PME tem como fonte o “Digital, Resilient, and Experience-Driven: How Small and Midsize Companies Can Prepare for the New Economy”, um estudo da Oxford Economics, patrocinado pela SAP e baseado num inquérito da Oxford Economics junto de 2000 profissionais de negócios de empresas com menos de 1000 colaboradores, em 19 países diferentes. E, agora sim, vamos às 10 metas empresariais!

1. MELHORAR A EXPERIÊNCIA DE CLIENTE
    Era uma das tendências para 2021 e não é por acaso que surge no topo desta lista. Manter os seus clientes sempre satisfeitos, mesmo depois da compra, é fundamental não só para os trazer de volta ao seu negócio, como para os transformar em embaixadores da sua empresa e recomendá-la a toda a gente.
    DICA: Interaja com os seus clientes antes, durante e depois da compra, fazendo-os sentir acompanhados em todo o processo. Use e abuse do CRM e conheça os seus clientes para conseguir antecipar as suas necessidades. 


    2. PROMOVER O CRESCIMENTO
      Abrir a sua própria empresa é um sonho realizado, mas agora que o seu negócio está aberto, quer vê-lo crescer certo?
      DICA: Faça uma análise ao seu negócio e perceba que outros produtos/serviços pode disponibilizar aos seus clientes através de ações de cross-selling e up-selling relevantes.


      3. ATRAIR NOVOS CLIENTES
        A sua empresa pode ter os melhores produtos do mundo, mas isso, por si só, não é garantia de sucesso. Ter clientes fiéis e atrair novos clientes é fundamental para qualquer empresa, seja qual for a área de atividade.
        DICA: Destaque o seu negócio nos canais digitais mais utilizados pelo seu público-alvo e facilite a comunicação com a sua empresa.


        4. MELHORAR A EXPERIÊNCIA DOS COLABORADORES
          A sua equipa conhece os seus produtos/serviços melhor do que ninguém e esse know-how é fundamental para o sucesso da sua empresa. Mantenha os seus colaboradores motivados e envolvidos com o seu negócio.
          DICA: Aposte na gestão de talentos e numa cultura de aprendizagem contínua com formação especializada na sua área de negócio.


          5. AUMENTAR OS LUCROS E REDUZIR OS CUSTOS
            Manter o equilíbrio financeiro da sua empresa é uma tarefa contínua e procurar oportunidades mais vantajosas sem colocar em causa a qualidade dos seus produtos/serviços faz parte do trabalho.
            DICA: Esteja atento a novos fornecedores e a novas parcerias que possam ser mais vantajosas para o seu negócio.

            6. MINIMIZAR O RISCO EMPRESARIAL OU DE CONFORMIDADE
              Estar atento aos riscos que o seu negócio pode correr não faz de si um mau gestor, pelo contrário, mostra que olha para o futuro da sua empresa e que está atento a tudo o que pode afetar a sua empresa.
              DICA: Analise os seus parceiros de negócio para não ter de lidar com restrições e/ou sanções aplicadas aos mesmos.


              7. INOVAR (NOVOS PRODUTOS, SERVIÇOS OU MODELOS DE NEGÓCIO)
                O mundo dos negócios está em constante transformação e a sua empresa tem de acompanhar as mudanças para conseguir manter os resultados.
                DICA: Esteja atento às tendências do mercado, aos seus concorrentes diretos e ao que os seus clientes dizem para perceber como pode criar e aproveitar novas oportunidades de negócio.


                8. AUMENTAR A PRODUTIVIDADE E A EFICIÊNCIA DOS COLABORADORES
                  Ao contrário do que se diz muitas vezes, as novas tecnologias não vão substituir os seres humanos e tomar conta do mundo. Mas para quê ter, por exemplo, uma pessoa a recolher e organizar os dados dos seus clientes, quando há tantas soluções tecnológicas que o fazem automaticamente?
                  DICA: Utilize soluções automatizadas para tarefas que o permitam e liberte os seus colaboradores para outras funções mais importantes.


                  9. PROMOVER INICIATIVAS ESPECÍFICAS DE DIGITALIZAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO EMPRESARIAL
                    O medo do desconhecido está implícito em toda e qualquer mudança e a forma como envolve a sua equipa neste processo será decisiva na hora de aceitar ou resistir à mudança.
                    DICA: Crie um roadmap com todas as ações e explique à sua equipa tudo o que será necessário fazer.


                    10. AUMENTAR A AGILIDADE DA ORGANIZAÇÃO
                      A capacidade de adaptação à mudança deve ser transversal a todas as áreas da empresa: estratégia, estrutura, processos, equipa e tecnologias. Quanto mais ágil for a sua empresa, mais rápida será a sua capacidade de resposta, mantendo a competitividade do seu negócio.
                      DICA: Avalie a sua empresa como um todo, identifique áreas de melhoria e envolva os seus colaboradores no processo evolutivo, alinhando expetativas e objetivos.



                      Já definiu alguma destas metas para a sua empresa? Dadas as circunstâncias atuais, fazer planos para o futuro pode tornar-se uma tarefa ingrata - um novo confinamento geral e tudo muda, certo? Mas estar online é estar no sítio certo e, se a sua empresa ainda não deu os primeiros passos neste “admirável mundo novo”, está na altura de o fazer.

                      Sabemos que a mudança traz desafios, mas também sabemos que abre novas oportunidades, afinal passámos de listas telefónicas para marketing digital, lembra-se? Aproveite as novas oportunidades que o digital traz ao seu negócio e, se precisar de ajuda, fale connosco.