Deixe-me adivinhar: uma das coisas que faz diariamente, e talvez mais do que uma vez ao dia, é ver a sua caixa de e-mail, certo? Os seus clientes também! E olhe que não são os únicos: de acordo com os dados do Statista, atualmente há 4.1 mil milhões de utilizadores de e-mail em todo o mundo.

Assim, e ao contrário do que muitos dizem, o e-mail não só não morreu, como está de boa saúde e a crescer - até 2025 estima-se que o número de utilizadores suba para 4.6 mil milhões! Na verdade, o e-mail pode ser decisivo no sucesso do seu negócio. Porquê? Porque é um canal direto entre a sua empresa e os seus atuais e potenciais clientes!

Quer saber mais sobre e-mail marketing? Continue a ler e descubra o que é, quais as vantagens para o seu negócio e quais os primeiros passos para implementar uma estratégia de e-mail marketing na sua empresa. Vamos a isso?

E-mail marketing: o que é?

O e-mail marketing é uma estratégia de marketing digital que utiliza o e-mail para estabelecer uma comunicação direta e personalizada entre o seu negócio e o seu público-alvo.  Através de um simples e-mail, o seu negócio pode:

  • divulgar ofertas e promoções;
  • comunicar o lançamento de um novo produto/serviço;
  • dar a conhecer melhorias no seu serviço;
  • partilhar as últimas novidades através de uma newsletter;
  • alertar para um novo artigo no blog;
  • confirmar uma compra na sua loja online.

O e-mail marketing não só envolve o seu cliente com a sua marca (o chamado “engagement”), como mantém o seu negócio bem presente na memória do seu público, ou seja, o e-mail marketing lembra os seus clientes do valor e dos benefícios que podem obter com o seu negócio.

E-mail Marketing - o que é?


Atualmente, o e-mail marketing é um dos pilares de qualquer estratégia de marketing digital de sucesso. Porquê? Porque é um canal direto entre o seu negócio e os seus atuais e potenciais clientes, mas nem sempre foi assim. No início da utilização do e-mail como ferramenta de marketing digital, este tipo de comunicação era considerado muito invasivo e as mensagens, impessoais e generalistas, eram uma fonte de spam. Ninguém gosta de receber e-mails que não lhes sejam dirigidos, certo?

Hoje em dia, só é possível enviar e-mails a quem, efetivamente, os quer receber, ou seja, o seu negócio tem a garantia de estar a comunicar com quem, de facto, quer saber mais sobre a sua marca.

E-mail marketing: quais as vantagens para o seu negócio?
Basicamente, o e-mail marketing é o envio de e-mails personalizadas para um público específico que quer efetivamente receber informações da sua empresa e que, anteriormente, partilhou os seus dados pessoais consigo, o que, por si só, é uma grande vantagem para o seu negócio, já que lhe permite conhecer a sua audiência e, assim, enviar e-mails que sejam realmente relevantes para o seu público.

Será esta a única vantagem do e-mail marketing para o seu negócio? Claro que não! Vejamos os seis principais benefícios do e-mail marketing para a sua marca:

GRANDE ALCANCE ORGÂNICO

Já reparou que é impossível estar online sem um endereço de e-mail? Seja para efetuar o registo num website, para criar uma conta nas redes sociais ou para finalizar uma compra online, é sempre necessário ter um e-mail ativo. Na verdade, não há canal com um alcance mais amplo do que o e-mail e os números não podiam ser mais claros: 95% dos utilizadores de e-mail acedem à sua caixa de entrada todos os dias.

PREVISIBILIDADE DO IMPACTO

Ao contrário do que acontece nas redes sociais, em que os algoritmos limitam o número de vezes que os seus posts aparecem no feed, no e-mail marketing é possível controlar quem pode ver a sua mensagem, ou seja, se enviar um e-mail para 200 pessoas, sabe que todas elas irão receber a sua mensagem.

FORMATO FLEXÍVEL

Uma mensagem enviada por e-mail pode ser curta e objetiva ou pode contar toda uma história; pode ter imagens apelativas ou ser simplesmente texto corrido; pode ter vídeo ou emojis... Na prática, o seu e-mail pode ter o que bem entender, sem limite de caracteres, de imagens ou de links.

ALTO RETORNO DO INVESTIMENTO

Comparado com outros canais, o e-mail marketing não requer um grande investimento inicial para gerar um grande volume de receitas. Na prática, para começar a sua estratégia só precisa de três coisas: um domínio (para ser credível), uma ferramenta de e-mail marketing (pode ser uma gratuita) e uma pessoa para escrever os e-mails (ainda não se escrevem sozinhos). De acordo com a Hubspotpor cada dólar gasto em e-mail marketing, há um retorno de 42 dólares, o que é um ROI (Return On Investment) de 4.200%.

MELHORA A RELAÇÃO COM OS CLIENTES

Como já vimos, o e-mail permite-lhe comunicar diretamente com quem tem um interesse real no seu negócio, o que lhe permite estreitar relações com a sua audiência. A personalização da mensagem é fundamental para que os seus clientes se sintam especiais e se mantenham fiéis à sua marca.

FACILITA A DECISÃO DE COMPRA

Por norma, a decisão de comprar algum produto é tomada depois de analisarmos alguns parâmetros, como o preço e a qualidade do artigo em questão. Mas quem nunca comprou alguma coisa num impulso? Os números não mentem: 60% dos consumidores afirmam fazer uma compra após receber um e-mail promocional!


E-mail Marketing - Dados


Por onde começar?

Agora que já sabemos o que é e quais as vantagens do e-mail marketing para o seu negócio, é tempo de planear a sua estratégia de e-mail marketing. E planear é, efetivamente, a palavra-chave neste processo porque, e é importante que não se esqueça,e-mail marketing não é enviar e-mails à toa aos seus clientes, mas sim passar a mensagem certa às pessoas certas e na hora certa.

Assim, e antes de começar a escrever os seus e-mails, há alguns aspetos que tem de definir, nomeadamente:

OBJETIVOS

Qual é o objetivo da sua campanha de e-mail marketing? Esta é a primeira pergunta que deve fazer a si próprio. Quer aumentar as vendas de um produto específico? Quer divulgar promoções? Quer avaliar o seu serviço pós-venda? Quer manter o contacto com os seus clientes? A sua estratégia pode ter vários objetivos, mas é fundamental que estejam bem definidos logo desde o início.

LISTA DE CONTACTOS

Depois de definir os seus objetivos, a pergunta que se impõe é: como é que vai construir a sua lista de contactos? Pode pedir aos seus clientes que preenchem um formulário no seu website ou nas suas redes sociais, pode oferecer-lhes um e-book ou qualquer outro conteúdo relevante em troca do seu endereço de e-mail ou pode pedir-lhes que subscrevam a sua newsletter. O importante é que os seus clientes concordem em partilhar consigo os seus endereços de e-mail.

CRITÉRIOS DE SEGMENTAÇÃO

É impossível ter bons resultados se enviar o mesmo e-mail para pessoas com caraterísticas diferentes. Por exemplo, se enviar uma mensagem com a oferta de um desconto de 20% em roupa de criança a um grupo de pessoas sem filhos, os seus resultados não serão brilhantes. Por outro lado, se essa mensagem for enviada para pais de um ou mais filhos, os resultados serão completamente diferentes. Os critérios de segmentação podem ser:

  • localização;
  • idade;
  • género;
  • interesses;
  • interações anteriores (se abriu o seu último e-mail por exemplo);
  • etapas do funil (falei-lhe disto neste artigo, lembra-se?).

O importante é que utilize os critérios de segmentação que façam sentido tendo em conta os objetivos que definiu anteriormente.

CRIAÇÃO DE CONTEÚDOS

Apesar do formato do e-mail ser flexível, a criação do conteúdo é fundamental para o sucesso da sua estratégia. Erros de português, imagens que não correspondem à realidade do seu negócio e assuntos de e-mail que nada têm a ver com o conteúdo da mensagem são erros bastante comuns e que podem levar os seus clientes a fugir da sua marca.  

FREQUÊNCIA DE ENVIO

Quando se trata de definir com que periodicidade os seus e-mails serão enviados, não há fórmulas mágicas. Mais uma vez, depende dos objetivos definidos, assim como do seu negócio e dos seus clientes. Por exemplo, se o seu objetivo for avaliar a satisfação dos seus clientes após comprarem um determinado produto na sua loja, faz todo o sentido enviar um e-mail uns dias após a compra e, caso o cliente não lhe tenha dado resposta, outro uns dias depois.

MÉTRICAS DE ANÁLISE
No marketing digital, tudo é mensurável e o e-mail marketing não é exceção. As métricas mais utilizadas para medir o sucesso – ou insucesso – das suas ações são:

  • Taxa de entrega
  • Taxa de abertura
  • Taxa de cliques (CTR)
  • ROI (Return On Investment)
  • Taxa de conversão


Agora que já conhece melhor o mundo do e-mail marketing, não acha que é importante incluir esta estratégia no seu negócio? No início pode não ser fácil, aliás, deixe-me já esclarecer que dá trabalho e que os resultados não aparecem da noite para o dia, mas uma estratégia de e-mail marketing bem feita pode alavancar o seu negócio – seja para promover os seus produtos/serviços, para aproximar a sua marca do seus clientes ou para atrair novos clientes.

Pense na sua estratégia de e-mail marketing, siga estas dicas e meta as mãos à obra. E se precisar de ajuda, já sabe que pode sempre contar connosco