Quando falamos em regresso às aulas, falamos de sazonalidade, um dos conceitos-chave na área do marketing. Porquê? A resposta é simples: há alturas do ano em que os consumidores têm necessidades específicas e, consequentemente, há uma procura elevada de determinados produtos.

O Natal e a Black Friday, por exemplo, são datas que qualquer um de nós associa a compras, assim como a Páscoa, o Carnaval, o Dia dos Namorados, o Dia da Mãe ou o Dia do Pai. Nas semanas que antecedem estas datas, as empresas apostam na criatividade das suas campanhas para ultrapassar a concorrência e impactar os seus públicos-alvo.

O Regresso às Aulas pode não ter o impacto do Natal ou da Black Friday, mas não deixa de ser um excelente momento para rever a estratégia da sua empresa e criar novas oportunidades de negócio. Até porque, independentemente da data, o importante é ver o seu negócio crescer!

O que pode, então, fazer para destacar a sua empresa da concorrência neste regresso às aulas? Continue a ler e veja cinco dicas bastante simples que pode – e deve – implementar no seu negócio.


5 dicas para destacar o seu negócio no regresso às aulas
Dizer que os portugueses estão mais digitais e que, nos dias de hoje, estar online é estar no sítio, já não é propriamente uma novidade. As empresas têm pela frente novos desafios e dizer que a pandemia alterou as nossas vidas é apenas a constatação de um facto.

Mas será que a azáfama do regresso às aulas mudou? Bem, na verdade, nem por isso. Online ou nas lojas físicas, a maratona de compra de livros, cadernos, mochilas, canetas, lápis, roupa, equipamento informático, calçado, mobiliário e tantos outros produtos mantém-se. Cabe ao seu negócio aproveitar as oportunidades que esta altura do ano lhe traz e, para isso, só precisa de:

APOSTAR NO OMNICHANNEL

De acordo com um estudo do Observador Cetelem, no pós-confinamento de maio de 2021, 40% dos portugueses tencionava utilizar quer as lojas físicas quer as lojas online. Quer isto dizer que, nos dias de hoje, os consumidores vivem online e offline e, por isso, o seu negócio tem de criar estratégias que conectem esses dois mundos. Para quê escolher entre comprar online ou na loja física quando podemos fazer ambos?

INVESTIR EM PUBLICIDADE ONLINE

Se o seu negócio não é visto, não é lembrado! A montra da sua loja física pode ser perfeita, mas os seus clientes só a veem se passarem à porta, certo? A publicidade online permite-lhe chegar a um número muito mais elevado de pessoas e no exato momento em que pesquisam pelos seus produtos. Sabia que 89,5% dos portugueses pesquisa online por produtos que querem comprar?

UTILIZAR O EMAIL MARKETING

No regresso às aulas, a necessidade de compra está implícita, ou seja, os consumidores precisam de comprar material escolar, seja na sua empresa ou na concorrência. Utilize a sua base de dados e envie emails personalizados aos seus clientes, antecipando as suas necessidades e fazendo-os sentirem-se especiais. Por exemplo, se no ano passado um cliente comprou livros para o 7º ano, pergunte se o ano letivo correu bem e se agora vai querer encomendar tudo para o 8º ano.

FAZER DESCONTOS

Conhece alguém que não goste de aproveitar descontos e promoções? Em 2020, o Observador Cetelem analisou as Expetativas e Intenções de Consumo no regresso às aulas e 85% dos inquiridos queria aproveitar as promoções para poupar nas despesas escolares. Veja o que faz sentido para o seu negócio - pode oferecer os portes de envio para compras online, pode oferecer um desconto de 10% em encomendas online com levantamento na loja, pode fazer promoções “compre dois, pague um” para escoar o stock, ... – e que vá ao encontro das necessidades dos seus clientes.

ESTAR ATENTO À CONCORRÊNCIA

Manter o foco no seu negócio é fundamental, óbvio, mas como é que vai destacar-se dos seus concorrentes se não sabe o que andam a fazer online e offline? Veja como comunicam, que canais utilizam para vender os seus produtos e quais os preços que praticam. Como diz o ditado, “saber é poder”!


Planear para conquistar!

O regresso às aulas abre novas oportunidades de negócio à sua empresa e pode, efetivamente, alavancar as vendas do seu negócio. No entanto, é fundamental que saiba o que está a fazer e quando o faz, ou seja, planeamento é a palavra de ordem!

Há quem comece a vender em julho (claramente focados nos consumidores que gostam de ir de férias já com tudo decidido), há quem aposte em campanhas no fim de agosto (certamente já foi impactado por vários anúncios de diferentes marcas) e há quem preferia fazer “all in” apenas em setembro (deixar tudo para a última hora é uma característica muito portuguesa).

Independentemente da altura, é importante que planeie todas as suas ações de forma a garantir que o seu negócio tem todas as condições para satisfazer as necessidades dos seus clientes. Já imaginou o que seria da credibilidade do seu negócio se o stock esgotasse e não conseguisse entregar todas as encomendas?

E olhe que daqui até ao fim do ano as oportunidades para vender mais não param: a Black Friday, o Natal e os saldos de inverno estão já aí! Precisa de ajuda para delinear a sua estratégia digital? Fale connosco!